quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

isto é tudo muito novo para mim.

Eu nunca tive herpes na vida. Mas hoje, no fantástico espelho do elevador  - fantástico para vermos todas as nossas imperfeições - descobri que tenho qualquer coisa de muito estranho nos meu lábio. Chamemos-lhe pseudo-herpes. E não sei o que hei-de fazer, se o mate - e como o matar? - logo à nascesça, sem mesmo ter a certeza que é um e não um pseudo ou se o deixo andar por aqui a passear-se e logo se vê. E juro, minhas pessoas, juro que não ando aos beijos com ninguém que sofra deste problema. Ok, o problema reside mesmo no facto de não andar aos beijos com ninguém no geral.

7 comentários:

Zé Carlos disse...

Passa numa farmácia, se é herpes é uma "prenda" para a vida e vai aparecer mais vezes... há situações (sistema nervoso, alimentos, "bubida"...) que podem favorecer o aparecimento... O Zovirax é dos mais conhecidos, mas há outros, passa numa farmácia.

Miri* disse...

O melhor é matá-lo já, mesmo que não tenas a certeza do que é... Zovirax é a melhor solução.. Assim não te arriscas a que ele cresça e alastre :S

Podes apanhar herpes de outras maneiras sem ser por beijo :p :p

Ana Duarte Faria disse...

Quanto mais rápido acabares com isso melhor! E se não for mesmo herpes também não perdes nada! ;)

Cat disse...

Zoviraz nisso. Eu acho que sou imune ao vírus. Já andei muitas vezes aos beijos a uma pessoa (era mesma sempre) que tem herpes e nunca tive nadinha.

ana disse...

Pois, Zovirax rules x)

Ana disse...

Já tenho herpes há muito tempo e é uma verdadeira chatice. Experimentei de tudo mas a única coisa que funciona é por pasta dos dentes logo que ele aparece, queima-o e vai logo à vida!
Espero que não seja herpes o que tens porque isso é para toda a vida!
Beijinhos

jOana disse...

Zovirax não funciona comigo. Mas ponho gelo assim que o bixo aparece e como queima fica-se logo por ali :)