sábado, 16 de maio de 2009

Não aguantavas até casa?

Nunca vi ninguém a parar no meio da rua (leia-se sábado à tarde e quase-centro de Barcelona) e mijar naquelas árvores fininhas, que não tapam 1/4 do nosso corpo, que é como quem diz, neste caso, não tapa o nosso órgão sexual! Pois ia eu muito descansada a sair da porta do meu prédio quando me deparo com esta imagem: um homem de cadeira de rodas a mijar para uma dessas árvores fininhas. Eu nem sabia o que fazer: se sair da porta e virar à direita ou à esquerda, se fazer de conta que não vi ou se olhar para ele com ar de reprovação, se esperar na porta até ele de despachar lá com o serviço... O que é certo é que eu até corei enquanto ele , muito feliz da vida, estava lá como se tivesse em casa. Tudo bem, minha gente, todos temos as mesmas necessidades mas eram três da tarde e a rua não é propriamente deserta no que diz respeito ao tráfego de peões e de automóveis. Vergonha nessa cara, sim?

3 comentários:

Sophia disse...

O que mais me choca aqui é que o senhor estava em cadeira de rodas :o Weird!



(L)

Bunyssa* disse...

Medooo!!

Ai Lua...odeio a palavra mijar!!

Lila* disse...

looool

Agora lembrei me do gajo da ovelha a abana-la:)