sábado, 21 de janeiro de 2012

Guimarães

Lembro-me de lá passear muitos domingos à tarde com os meus pais quando era miúda. Numa relvinha que havia (há?) perto do castelo. Depois lembro-me de entrar lá pela primeira vez numa visita de estudo na primária onde tropecei numa corda e dei um tombo fenomenal. Deve ter sido nesse dia que comecei a sonhar com princesas. Lembro-me de alguns amigos meus serem vimaranenses ferrenhos - como são todos - e de pensar que o que eles gostavam mesmo de fazer era tatuar a imagem do primeiro rei de Portugal no peito. Foi aí que comecei a perceber o significado do amor que podemos sentir por um sítio. De nos sentirmos parte dele. Lembro-me de, há alguns anos atrás, cantar um casamento em pleno centro histórico. Os noivos chegaram nuns carros antigos que quase me fizeram cair para o lado e, talvez, tenha sido aí que comecei a pensar que não é preciso muito dinheiro para finais felizes mas que é tudo muito mais bonito quando o há! Lembro-me de ver a minha irmã mais nova, na latada, a correr aquelas ruas e lembro-me de filmar  o coro de caloiros afinadíssimo a cantar o hino nacional em frente à frase aqui nasceu Portugal. Lembro-me da minha irmã mais velha ser educadora num infantário perto de Guimarães e ter miúdos chamados Afonso Henriques. Foi aí que aprendi que não devemos estragar o futuro dos nossos filhos com um nome. Depois deixei de ir a Guimarães até que, há pouco tempo, num sábado à noite, alguém se lembrou que havia uns bares giros no centro. E fomos. E aquilo estava gente como tudo. Gente gira. E estava lindo. E fez-me lembrar montes de cidades que eu amo de coração. E foi uma noite e pêras, regada com muitas caipirinhas e fotos giras - talvez as últimas em condições que eu tenha tirado. E hoje é um dia especial, sim. Porque Guimarães é aqui tão pertinho e porque temos todos de ter muito orgulho por uma cidade nossa pôr - espero! - Portugal nas bocas do mundo. E aquele símbolo do coração mata-me. Não fosse eu uma pirosa que adora essa lamechice que são os corações por tudo quanto é sítio.

5 comentários:

Sílvia disse...

Ainda ontem lá estive e sábado participo na minha primeira iniciativa da CEC2012, o concerto dos Buraka Som sistema. É nestas alturas que me sinto feliz de morar mesmo aqui ao lado :)

Cidchen disse...

Nem todos os vimaranenses são ferrenhos, conheço alguns que têm outro clube no topo dos topos. Mas isso, há em todo o lado. Guimarães, hoje está definitivamente de parabéns.

THINK IN PINK disse...

aqui está outra pirosa que adora essa lamechice que são os corações por tudo quanto é sítio :)

Lisa disse...

Vou a guimarães a 16 de fevereiro. Fico por lá uns 5 dias. Adorava que desses umas sugestões de quais os locais a visitar! Já estive a ver uns sitios mas tem tanto sítio lindo que é dificil escolher :)

Let´s go away the very white side disse...

gosto :D