quarta-feira, 19 de outubro de 2011

ora bem, é só.

Não sou perfeita. Não sou a mais gira, a mais inteligente ou a mais simpática. Tenho medo. Sou ciumenta e insegura. Há dias em que acordo um monstro de manhã, acordo nervosa, carente... só espero que me entendas, que me aceites, que me ames como eu sou…imperfeita. Porque eu serei recíproca com todos os teus sentimentos. Tenho tanto amor para te dar, tanto carinho. Quero encher-te de felicidade, dizer-te que te amo, e dar-te um beijo no meio de uma discussão estúpida.





Um texto lamechas que encontrei algures e apeteceu-me fazer uns pequenos ajustes 
e dizer que era isto tudo que me apetecia dizer.

5 comentários:

Sabor Adocicado* disse...

Todos somos assim acho que o amor reside aí mesmo... em encontrar alguém que goste de nós pelos nossos defeitos, por aqueles pormenores que nos individualizam relativamente às outras pessoas

Chicolaiev disse...

Ao clicar para comentar este post, vi o coment de cima que era exactamente o eu ia dizer...

Faço minhas as palavras da/o "Sabor Adocicado"

NaRiZiNhO disse...

adorei*

Merenwen disse...

Simples e verdadeiro!

Bárbara Silva disse...

- como me identifico :)