quinta-feira, 15 de setembro de 2011

somebody.

No outro dia estive a ler o blogue. Gosto de fazer isso de vez em quando e desta vez encontrei umas pérolas bem giras de que já não me lembrava!
E depois parei num post, ainda recente, em que perguntava és a pessoa preferida de alguém? E eu pensei, pensei mais do que na altura em que o postei, e acho que não, não sou a pessoa preferida de ninguém. Posso ser das pessoas preferidas de alguém mas não a pessoa. E isso é um bocadinho triste porque gostava muito de ser a última pessoa em quem alguém pensa antes de dormir, a pessoa que aparece nos sonhos de alguém e a primeira pessoa do acordar de alguém. Basicamente, gostava que alguém nunca me esquecesse.

5 comentários:

Anita disse...

ola, convido-te para visitares o meu cantinho,

http://am-vidaminha.blogspot.com/

bj

Zaahirah disse...

Realmente... nunca tinha pensado nisso. Bem, posso dizer que sempre fui a pessoa preferida dos meus pais. Já não é mau!! :)

Manteiga disse...

realmente... tens razao. também gostava de ser a pessoa preferida de alguém.

Chicolaiev disse...

Dá que pensar para ser sincero...
mas... Não se diz que devemos pensar primeiro em nós? (eu nunca pensei dessa forma)... Será que o amor consegue ser assim tão altruista?

Su disse...

Todos nós gostávamos de ser A pessoa de alguém, para além dos nossos pais :) Um dia ;)
Beijinhos*