terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Manter-me original.

Não gosto deste ter de crescer. Do ter de arranjar um trabalho para me sustentar. Do ter de encontrar alguém que me faça feliz e que supostamente vai passar a vida comigo. Não gosto desta responsabilidade toda que é ser adulta. Ainda quero muita festa na minha vida e muitas pessoas e muitos beijos e a toda a gente e abraços e muitas declarações feitas aos ouvidos e por mensagens de telemóvel e olhos nos olhos e bebedeiras e viagens e isto tudo e muito muito muito mais. Sabem aquela publicidade da Sumol que diz que um dia nos vamos tornar politicamente correctos? Esqueçam. Eu não vou. Nunca.




ok ok, um dia posso mudar de opinião portanto retiro a última palavra do texto.

7 comentários:

Daniela Silva disse...

E eu tenho que arranjar um trabalho :x

Pintas disse...

ai como eu te percebo :(

Vera disse...

Eu tenho uma costela de Peter Pan. Uma não, várias até! Já tive mais mas continuam muitas por cá. E apesar de gostar bastante do meu trabalho, preferia ficar para sempre presa ao meu 12º ano. E apesar de adorar o meu namorado e querer muito um dia viver com ele arrepia-me para lá de muito essa realidade. E continuo a olhar com ar de ET para as minhas amigas que estão a preparar casamentos porque lá no fundo eu juro que continuo a achar que somos pequeninas.

Um dia eu sei que isto vai ser diferente, mas acho que nunca vou deixar de ter um bocadinho de síndrome de Peter Pan!

Beijinho

Morah disse...

Eu quero manter sempre a criança que existe dentro de mim...

Cat disse...

É o que penso também :)

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Eu queria ter ficado nos 16...fio tão bom...

Mim disse...

Nunca tinha ouvido a música que tens no teu Blog, ouvi agora e apaixonei-me.

é linda!
E tão triste também.

Um beijo*