quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Relativizar.

É o verbo deste momento da minha vida. Tento sempre ver as coisas e calar, contar baixinho até dez ou até cinquenta ou até cem e respirar fundo outras tantas vezes. Tento não exagerar, tento que não me doa o coração, tento não dar tanta importância às coisas e situações. E tenho mais ou menos conseguido. Não é fácil mas há momentos na vida que temos, simplesmente, de viver com o que temos. Pode ser muito ou pouco mas é isso mesmo, o que temos. E um dia, depois de relativizarmos tudo, de nada, nada, nada mas mesmo nada nos magoar, escolhemos outro verbo.

6 comentários:

Segredo Cor de Rosa disse...

Olha perfeito. Tenho sentido exactamente isso.
Aprender a viver com o que temos, porque realmente não nos resta outra opção. Aguardar pacientemente por melhores dias.
Gostei muito. Muito bom, Lua. Muito bom.
Beijo

Mysterious Girl disse...

e é mesmo assim..

Miba disse...

mas ver as coisas e contar até dez para acabar num suspiro..infelizmente não dura para sempre...!mas tb sabe tão bem gritar bem alto e sentir que saiu tudo..e aí suspiramos outra vez.. Parabens pelo blog!

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Ando a tentar aprender a fazer isso, relativizar, poupa-nos muitas angústias. Beijos

Bunyssa* disse...

mais um texto maravilhoso... :)
escreves taaooo bem Lua. :)

Bunyssa* disse...

mais um texto maravilhoso... :)
escreves taaooo bem Lua. :)