terça-feira, 3 de agosto de 2010

ponto final.

Agora que tenho a certeza que o nós acabou, tenho de inventar uma palavra para definir o que sinto. E depois talvez faça uma petição qualquer para entrar no dicionário e espero que a assines, que me ajudes nesta minha última batalha porque, afinal, eu inventei-a por ti.

10 comentários:

Girl in Motion disse...

aww. força. é preciso definir o que se sente para seguir em frente.

Lila* disse...

Tu escreves cd vez melhor rapariga!


Debvias era riscar do dicionario o Ele*

Malmequer disse...

um passo importante...

Sabor Adocicado* disse...

Espero que a encontres depressa. A palavra e a felicidade (:

Anónimo disse...

Não percas muito tempo à procura da tal palavra, porque enquanto estiveres nessa busca, continuarás presa ao "nós".
Tenta libertar-te do "nós" e passa a viver o teu eu... quando menos esperares estarás muito mais feliz, tranquila e com vontade de encontrar alguém que te mereça e que te faça realmente feliz.
É isso que estou a tentar fazer, embora a custo, é certo :( !
Mas acho que é este o caminho!!

Um beijinho,
Filipa.

Pintas disse...

ai Lua.....agora é erguer a cabeça e andar sempre em frente :)

beijinhos

Luna disse...

Inventamos tantas palavras novas que só nós é que conhecemos... Nem sempre sabemos dar nomes às coisas, às dores, mas elas estão lá. Isso é que não falha....

Nitinha disse...

Adorei*

Vou seguir (:

Su* disse...

Risca as palavras más..Procura as boas.. Mas, nunca te esqueças das más!
Ajudam-te a valorizar as boas.
Beijinho minha querida.
Escreves cada vez melhor:=)

Karina disse...

Complicado deixar de sentir o "nós" principalmente quando o sentimento não vai-se embora, quando o tal "nós" apenas perde-se e transformando-se em tristes "eu" e "tu" deixam corações partidos.
Os amores por mais sentidos e sofridos que sejam com o tempo tornam-se apenas uma cicatriz, uma lembrança, um arrependimento, um um traço de saudade. Força e beijinhos!