sábado, 14 de agosto de 2010

(...)

É como se todos os dias me arrancassem um bocadinho do coração. Todos os dias.

7 comentários:

Mysterious Girl disse...

oh Lua...

Sophia disse...

E essa é mesmo a pior sensação do mundo :(

Sofia disse...

I hear you... mas um dia será como se todos os dias nos enchessem o coração, como se não soubéssemos como cabe tanta coisa boa lá dentro, tanto amor. Não é?
(diz que sim, diz que sim...)

Bunyssa* disse...

Lua, não podes deixar...
Oupa, está na hora de dar a volta por cima. Akunamatata!! :)

Luna disse...

Que vale os bocadinhos crescem novamente...

Denise disse...

Até ao dia em que deixarás de o permitir (por ti!).

Anónimo disse...

Lua,

Passei dias e dias assim... Dei por mim a morrer um bocadinho em cada dia que passava.. Foi difícil, muito difícil...
Tive que resolver a situação por mim, teve que ser e tomei a decisão mais difícil da minha vida :( !
Ouvi os conselhos dos amigos, senti a minha intuição e chorei ao perceber que teria de me afastar de uma das pessoas mais importantes da minha vida...
Adiei esse momento o mais que pude até que esse dia chegou.
Ainda não ultrapassei, tenho saudades, demasiadas saudades, mas teve que ser...
Se foi a decisão correcta não sei, se ainda penso nele, penso, muito, até, mas uma coisa é certa: quando só uma pessoa gosta, quando só uma pessoa luta, não há muito a fazer...

Um beijinho cheio de força,

Filipa.