segunda-feira, 19 de abril de 2010

Ás vezes a solução é tão simples.

Como por exemplo, andar de um lado para o outro a meio da noite, a entrar no bar e sair do bar - e ter direito a ficar com o número do gerente -, e voltar a todos os sítios onde estive para tentar encontrar a chave de casa E depois de meia hora nisto, de eu já me estar quase a passar porque teria de acordar os papás a horas indecentes e impróprias, a irmã mais nova resolve ir à mala dela e, voilà, a chave está aqui. Grrr.

7 comentários:

Vera disse...

Nós é que temos a mania de complicar.. =)

Pintas disse...

por isso é que eu tenho um verdadeiro molho de chaves para nunca as perder :P

Sofia disse...

Acontecem-me tantas vezes coisas do género... :)

helder disse...

foi no minimo corta-mocas... nao? :D

Lua Escondida* disse...

Nem me fales. Foi chunga, sim! :(

Let´s go away the very white side disse...

O melhor foi a Kinhas a dar as suas gargalhadas fantásticas e a dizer A CHAVE ESTÁ AQUI!!!

Nokas* disse...

Lua, ao menos tens uma historia gira para contar aos teus filhos quando eles forem para os copitos.