segunda-feira, 20 de abril de 2009

De Marrocos, com amor.

Uma das melhores invenções do mundo foi o auscultador (vulgo phones ou headphones ou whatever). Permite-nos estar em todos os sítios e mais algum a curtir a nossa musiquinha, alienarmo-nos do mundo, sermos felizes e não incomodarmos as pessoas do lado. Mas temo bem que esta invenção ainda não chegou a Marrocos. Muito bem que é um povo que gosta de musica, de dançar mas santa paciência não somos obrigados a ouvir o mesmo que eles ouvem. É que estes moços e moças andam sempre com os seus telemóveis-último-grito com a música numa altura que só visto (ou ouvido, neste caso). E é que se eles ouvissem Mozart ou Chopin ou Marco Paulo ainda se compreendia. Ainda se ouvia com um sorriso nos lábios, ainda nos emocionávamos e éramos gajos de agradecer aquele mini-concerto, mas não, a música normalmente é tipo reggaton, rap um bocado duvidoso, hip hop e essas coisas. E para piorar não se percebe nada, nadinha do que eles estão prali a dizer. Não é português, inglês, nem sequer espanhol. É o quê, o quê? Árabe, pois claro. Só árabe (ah esperem, também ouvem o Daddy Yankee – ui, que coisa mais fantástica!). É assim que anda o mundo, meus caros.

Mas aqui que ninguém nos ouve, que tal mandar o Sócrates para Marrocos para oferecer auscultadores às criancinhas que andam na escola, ah?

5 comentários:

Nokas* disse...

Na minha humilde opiniao, eu acho q a musica deve ser curtida c uns phones ou entao se vamos num carro, o volume deve ser o ideal para manter a musica dentro das cinco portas do dito automovel.Posto isto, quero eu dizer que esses marroquinhos q falas no teu post, eu comparo-os com os tunnings-azeiteiros-poluidores-sonoros que andam por aí, ou melhor, aqui em Portugal, e q tb gostam q toda a gente saiba q tipo de gostos musicais (duvidosos claro está) eles têm!

Soraia Freitas disse...

Eu cá não ouço canto! Tu bem que me ouviste!

Por isso, considero-me pior que os Marroquinos


bj*

Ninja! disse...

Já passei por uns poucos assim, isto anda tudo maluco! :P

Paulo disse...

Eu admito não ser exemplo para ninguém, o meu telemóvel tem os seus 8 GB carregadinhos de MP3, que vão desde Rammstein e Marilyn Manson passando por Queen, Diana Krall, Nouvelle Vague, the editors, Miles Davis e é capaz de acabar em Chopin, strauss e verdi.

Mas devo dizer que esses mesmos MP3 me salvam das secas infindáveis que apanho nos aeroportos dessa Europa fora.

Se me virem num aeroporto feito tótó a trautear uma musica qualquer, não me critiquem, venham desafinar comigo que eu vou gostar :)

Kiss.

Sophia disse...

Aqui quem anda a dar espectáculo por essas ruas são os gunas de Portugal :p
Deus nos dê paciência --'

(L)